post

“Quando você encontra uma visão atual da Sagrada Escritura”, J. I. Packer escreveu: “você encontra mais do que uma visão da Escritura.”Como o Packer acrescenta,

O que você encontra é uma visão total de Deus e do mundo, isto é, uma teologia total, que é tanto uma ontologia, declarando o que há, e uma epistemologia, afirmando como sabemos o que há. Isto é necessariamente assim, pois uma teologia é uma túnica sem emenda, um círculo dentro do qual tudo se liga a tudo o resto através de sua base comum em Deus. Toda visão da Escritura, em particular, prova em análise estar ligada a uma visão geral de Deus e do homem.

Nossa visão da Escritura—particularmente como vemos a veracidade e autoridade da Bíblia sobre nossas vidas—afeta profundamente nossa formação espiritual. Por esta razão, a coisa principal que devemos saber sobre a Bíblia é que, “toda a Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, repreender, corrigir e treinar na justiça, para que o servo de Deus possa ser completamente equipado para toda boa obra” (2 TM. 3: 16-17).

Mas nossa visão da escritura também deve nos levar a descobrir o que é a Bíblia e como viemos a recebê-la. Conhecer fatos sobre a Bíblia não é com o propósito de reunir material para um concurso de trivialidades, mas para se familiarizar intimamente com o livro que mais moldará nossas vidas.

Aqui está uma amostra de fatos básicos que devemos saber:

É Biblioteca de livros-A Bíblia é uma biblioteca de 66 livros, escritos por 44 autores sob a inspiração do Espírito Santo ao longo de um período de cerca de 1500 anos. Os 39 livros do Antigo Testamento foram compostos entre 1400 e 400 a. C., Os 27 livros do Novo Testamento entre 50 e 100 D. C.

A Bíblia é auto-referência — Todos os livros do Antigo Testamento, com exceção de Ester, Eclesiastes e cantares de Salomão, são citados ou referenciados no Novo Testamento. Jesus citou ou fez referências de Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Salmos, Provérbios, 1 Reis, Isaías, Jeremias, Ezequiel, Daniel, Oséias, Amos, Jonas, Micá, Zacarias e Malaquias.

Por que é chamado de “Bíblia” — a palavra em Inglês Bíblia é derivada do grego Koino τὰ βιβλία (ta biblia—”os livros”). Enquanto o uso cristão do termo pode ser rastreado até cerca de 223, Crisóstomo em suas homilias em Mateus (entre 386 e 388) parece ser o primeiro escritor a usar a frase grega ta biblia para descrever tanto o antigo como o Novo Testamento juntos.

O significado do testamento — a palavra “testamento” significa “aliança”. O termo ” Antigo Testamento “refere-se à aliança que Deus entrou com Abraão e o povo de Israel, E” Novo Testamento ” à aliança que Deus entrou com os crentes através de Cristo.

De onde vieram capítulos e versos — a prática de dividir a Bíblia em capítulos começou com Stephen Langton, um arcebispo da Cantuária no início do século XIII. Robert Estienne, um impressor do século XVI e estudioso clássico em Paris, foi o primeiro a imprimir a Bíblia dividida em versos numerados padrão.

Como descobrimos o cânon – “cânon” é uma palavra que vem de palavras gregas e hebraicas que literalmente significam uma haste de medição. Assim, a canonicidade descreve o padrão que os livros tinham que encontrar para serem reconhecidos como escrituras.

O povo de Deus simplesmente descobriu o cânone – a autoridade dos livros na Bíblia conceito é estabelecida por Deus. Que um livro é canônico é devido à inspiração divina, enquanto como ele é conhecido por ser canônico é devido a um processo de reconhecimento humano. O processo de descoberta, como explica Norman Geisler, incluiu as seguintes perguntas::

Era um livro (1), escrito por um porta-voz de Deus, (2) que foi confirmado por um ato de Deus, (3) disse a verdade (4), no poder de Deus e (5), foi aceito pelo povo de Deus? Se um livro claramente tinha o primeiro Marco canônico era muitas vezes assumido. Contemporâneos de um profeta ou apóstolo fizeram a confirmação inicial. Mais tarde, os Padres da Igreja resolveram a profusão da literatura religiosa para reconhecer oficialmente que livros foram divinamente inspirados na maneira da qual Paulo fala em 2 Timóteo 3:16.

Que outros fatos básicos sobre a Bíblia devem saber os cristãos?